Elvis como você nunca ouviu antes!

Muitos cantores interpretaram/interpretam músicas do repertório de Elvis Presley. Inúmeros deles reforçam suas performances valendo-se de recursos cênicos como roupas, penteados, coreografias e instrumentos musicais idênticos aos usados pelo saudoso astro da música e do cinema. Tentam ser covers, ou seja, copiar da forma o mais fiel possível o trabalho do mitológico astro americano.

No entanto, a maior parte deles deixa de lado um aspecto essencial, que é encarnar com alma e paixão o legado musical de Elvis. E é exatamente aí que o trabalho de William Marks se diferencia.

Sem trajes, sem violões réplicas, sem passos coreografados, sem truques, este cantor paulistano nos oferece interpretações dos maiores hits de Elvis Presley que soam tão semelhantes às versões originais que chegam a assustar.

Ouça William de olhos fechados e tente não se imaginar diante do Rei do Rock. Tarefa praticamente impossível! Isso, sem cair na tentação de imitá-lo, e sem se valer de maneirismos ou outros estratagemas.

Em sua trajetória artística, William Marks tem diversos marcos, como a vitória no disputado quadro "Quem Sabe, Canta", do Programa Raul Gil, apresentações na cidade de Memphis, onde Elvis reinou, e até mesmo gravar no Sun Studio, onde Elvis fez seus primeiros registros na mitológica gravadora Sun Records.

Ele também se apresentou no programa televisivo Todo Seu, de Ronnie Von, ao lado de ninguém menos do que Sérgio Reis, em performance tão marcante que deixou o apresentador, conhecido por seu apurado gosto musical, literalmente de queixo caído.

Com mais de 80 hits de Elvis em seu repertório, William Marks se vale de sua privilegiada voz para nos levar a uma viagem musical que soa intensa, acolhedora e emocionante. Isso tudo com a paixão de quem ama aquilo que faz, acima de tudo.

Além das canções de Elvis The Pelvis, este intérprete paulistano também nos oferece clássicos escolhidos com muito critério dos repertórios de Ray Charles, Rod Stewart, Johnny Rivers, Elton John, John Lennon, Procol Harum e James Taylor, entre outros.